Arquivo de etiquetas: N108

por um caminho duraDouro

Quando se está só, sentado no selim de uma bicicleta, não há nada entre o mundo que me rodeia. Não há vidro, não há metal, não há interior climatizado que me contenha a liberdade e o tempo. Apenas o devaneio … Continuar a ler

Publicado em marcas do selim | Etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 1 Comentário

da série: dona Etielbina vai para a aldeia [parte II]

(continuação) Com um brilhozinho nos olhos voltei às curvas da EN108. A velha estrada património liga-me a Frende, leva-me até ao Castelo, a um lugar de afectos, à aldeia dos meus avós, à terra da minha mãe. Assim que passei … Continuar a ler

Publicado em marcas do selim | Etiquetas , , , , , , , , , , , | Publicar um comentário

uma semana bem passada

Após alguns dias de vida boa, ar puro e muito calor, os momentos passados na praia e à beira rio, a pedalar pela estrada da memória ou meio perdido no monte, deixam sempre boas recordações e uma enorme vontade de … Continuar a ler

Publicado em marcas do selim | Etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , | 1 Comentário

à Descoberta do Romeu…

A nossa recente pedalada, rodopiando o Douro pela N222 até à aldeia dos meus avós paternos, reavivou no espírito do meu amigo Manuel Couto o desejo de empreender uma viagem de bicicleta ligando as suas casas, entre Vila Nova de Gaia … Continuar a ler

Publicado em marcas do selim | Etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 2 Comentários