Arquivo de etiquetas: Mós do Douro

se bem me lembro

Rabo no selim – um texto que começa com referência ao rabo deve ser interessante, deve!… – mãos firmes no alinhamento dos drops – para os leigos, drops são as extremidades do guiador, ok?… – duas rodas que obedecem ao … Continuar a ler

Publicado em marcas do selim | Etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , | 2 Comentários

o commute para uns dias de férias pelas minhas aldeias

Segunda-feira, último dia de Maio. Pedalava estrada afora manhã bem cedo, sabendo antes mesmo da primeira pedalada que seria uma viagem longa e agradável. Por um lado, o dia estava simplesmente lindo, brilhante e fresco, com uma leve brisa pelas … Continuar a ler

Publicado em marcas do selim | Etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 6 Comentários

por um caminho duraDouro

Quando se está só, sentado no selim de uma bicicleta, não há nada entre o mundo que me rodeia. Não há vidro, não há metal, não há interior climatizado que me contenha a liberdade e o tempo. Apenas o devaneio … Continuar a ler

Publicado em marcas do selim | Etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 2 Comentários

cicloturismo, o costume e a cultura de pedalar

Foi durante o meu passeio pedestre pelas amendoeiras floridas, e com o recurso ao zoom da objectiva, que fui surpreendido com a passagem de um par de excursionistas em bicicleta, daqueles que fazem do turismo de bicicleta o verdadeiro cicloturismo, … Continuar a ler

Publicado em o ciclo perfeiro | Etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Publicar um comentário

à volta d’a Aldeia Velha

Mós é uma primitiva povoação rodeada de montes, virada a sul na vertente oposta ao preguiçoso e pachorrento Rio Douro. A aldeia dos meus avós, como lhe costumo chamar, é lugar de gente alegre e laboriosa que atenua a velhice … Continuar a ler

Publicado em histórias sem biclas pelo meio | Etiquetas , , , , , , , , | Publicar um comentário

rodopiando o Douro

Há uns dias voltei a estender o convite a mais amigos para rodopiar o Douro. O plano seria repetir o roteiro de outras aventuras, às aldeias dos meus avós, pelas estradas nacionais N108 e N222 quase até Vila Nova de … Continuar a ler

Publicado em marcas do selim | Etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , | 4 Comentários

teaser – rodopiando o Douro

Para quem por ele passa e nem se apercebe, este marco encontra-se ao quilómetro 120 da mítica estrada nacional 222, exactamente a meio da sua ziguezagueante extensão de asfalto, entre Vila Nova de Gaia e Vila Nova de Foz Côa … Continuar a ler

Publicado em motivação | Etiquetas , , , , , , , , , , , , , , | 2 Comentários

eichhh!… “Your photos reached a new record on Google Maps!”

3,000 views Your photo is a big hit! Your photos helped people over 3,000 times, a new record for you on Google Maps 3,040 views SEE YOUR PHOTOS ON MAPS Congratulations! Millions of people rely on photos like yours when … Continuar a ler

Publicado em ele há coisas! | Etiquetas , , , , , , , , , , , | 3 Comentários

um fim de semana sem pedaladas porque fui em caminhadas

É raro o Sábado ou Domingo que não dou umas pedaladas e este fim de semana que passou foi um deles. Ontem foi um dia especial, não só porque voltei à bela aldeia dos meus avós, desta vez sem a … Continuar a ler

Publicado em outras coisas | Etiquetas , , , , | Publicar um comentário

porque as férias nunca são grandes, são boas!…

Nos idos tempos da escola primária, toda vez que voltávamos à classe a senhora professora pedia que fizéssemos uma redacção composição: “As Minhas Férias”. Sim, meus amigos, sou do tempo em que redacção ainda se chamava composição. Quando as férias … Continuar a ler

Publicado em marcas do selim | Etiquetas , , , , , , , , , , , | 1 Comentário