fotocycle [176] relento

relento

Ainda remeloso, espreito a janela enquanto sopro o topo de uma caneca. Não só confirmo a ambiência exterior como me deixo procrastinar mais um pouco. Não soa estranho ao comum mortal que sair de casa cedo, numa manhã fria de inverno, para ir trabalhar, não é a melhor das motivações. No entanto sair à rua de bicicleta nesta época do ano pode ser um desafio. Pedalar ao relento, através da neblina matinal, mais perto da natureza e das sensações, me alimenta a confiança e, meio lento, me faz chegar a tempo ao trabalho. Aproveito cada momento.

Anúncios

Sobre paulofski

Na bicicleta. Aquilo que hoje é a minha realidade e um benefício extraordinário, eu só aprendi aos 6 anos, para deixar aos 18 e voltar a ela para me aventurar aos 40. Aos poucos fui conquistando a afeição das amigas do ambiente e o resto, bem, o resto é paisagem e absorver todo o prazer que as minhas bicicletas me têm proporcionado.
Esta entrada foi publicada em fotocycle com as etiquetas , , , , , , , , . ligação permanente.

4 respostas a fotocycle [176] relento

  1. Nelson Branco diz:

    A brisa fresca ajuda a chegar ao trabalho já bem desperto…

    Gostar

  2. paulofski diz:

    É verdade, logo pela manhã é fantástico sentir a bofetada da brisa fresca na cara, e na bicicleta há sempre algo que chama a atenção.

    Liked by 1 person

  3. Nelson Branco diz:

    a foto está excelente…

    Liked by 1 person

apenas pedalar ao nosso ritmo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s