can’t miss [98] menosumcarro.pt

Ciclistas são mais felizes do que os automobilistas

“À já conhecida lista de benefícios resultantes da utilização da bicicleta podemos juntar mais um –  a felicidade -, de acordo com um novo estudo que avaliou como o transporte pode afectar o humor e o bem-estar da população.

As pessoas que usam a bicicleta nas suas deslocações diárias são geralmente mais felizes do que quem opta por recorrer ao veículo privado, segundo o Science Daily que cita o estudo “Mood and mode: does how we travel affect how we feel?”.

Recorrendo a dados do American Time Use Survey recolhidos pelo Bureau of Labor Statistics americano, os investigadores da Universidade de Clemson, nos EUA, concluíram que, depois dos ciclistas, os passageiros de veículos privados são o segundo tipo de viajante mais feliz. Os condutores de automóveis ficaram em terceiro lugar no ranking da felicidade.

“Os ciclistas são geralmente mais jovens e fisicamente saudáveis, características que as pessoas mais felizes geralmente possuem”, disse Eric Morris, autor principal do estudo, que avaliou como a felicidade, dor, stress, tristeza e cansaço variam de acordo com o meio de transporte escolhido.

“Os nossos resultados sugerem que o uso da bicicleta pode trazer mais benefícios, além daqueles associados à saúde e mobilidade normalmente que já conhecemos”, acrescenta.

Por último, no ranking aparecem os passageiros de autocarros e de comboios, considerados os mais infelizes. Este descontentamento, segundo o estudo,  está relacionado com o trajecto mais longo ou menos confortável e, principalmente, com os congestionamentos.

“Valorizar a experiência emocional no trânsito pode ser tão importante como melhorar as características dos serviços tradicionais, como as vias e tempo de viagem”, afirmam os investigadores que defendem que “compreender a relação entre o meio como nos deslocamos e como nos sentimos pode ajudar a encontrar formas de melhorar os serviços de transporte existentes “, disse Morris.””

(o artigo veio daqui, e para o emoldurar o testemunho vivo da Bia, onde tempo é felicidade)

Anúncios

Sobre paulofski

Na bicicleta. Aquilo que hoje é a minha realidade e um benefício extraordinário, eu só aprendi aos 6 anos, para deixar aos 18 e voltar a ela para me aventurar aos 40. Aos poucos fui conquistando a afeição das amigas do ambiente e o resto, bem, o resto é paisagem e absorver todo o prazer que as minhas bicicletas me têm proporcionado.
Esta entrada foi publicada em can't miss it com as etiquetas , , , , , , , , , , . ligação permanente.

apenas pedalar ao nosso ritmo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s