pelo Baixo Minho e Barroso, mais um empeno jeitoso

E amanhã, bem cedinho, tempo para mais uma brincadeira. Com um quarto da distância do Paris-Brest-Paris (a origem disto tudo) teremos pela frente um brevet com metade da sua altimetria. Serão quase 4500 metros acumulados de subidas, subidinhas e subidonas, onde cada um vai mais ou menos no seu próprio ritmo. Sem pressas. Apenas chegar a tempo dentro do tempo. Não sei se já vos disse, mas isto de pedalar por longas distâncias tem muito de zen! Melhor do que explicar é ir e experimentar

BRM 300 Baixo Minho e Barroso

 

Sobre paulofski

Na bicicleta. Aquilo que hoje é a minha realidade e um benefício extraordinário, eu só aprendi aos 6 anos, para deixar aos 18 e voltar a ela para me aventurar aos 40. Aos poucos fui conquistando a afeição das amigas do ambiente e o resto, bem, o resto é paisagem e absorver todo o prazer que as minhas bicicletas me têm proporcionado.
Esta entrada foi publicada em o ciclo perfeiro com as etiquetas , , , , , . ligação permanente.

apenas pedalar ao nosso ritmo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s