e porque não Maria Del Lluvia!

Maria del lluvia

Há dez anos, coisa e tal, a Maria saiu cintilante do stander da Etiel. Escolhida à medida pela minha Maria, daí o baptismo, aproveitei a marca que trazia gravada na testa, Del Sol, para lhe compor o B.I.. Esta excelente cruiser bike made in USA transportou a dona em pacatos e resplendorosos passeios à beira mar, fazendo jus à alcunha. Entretanto o sucessor, crescido demais para continuar a caber na sua Azulinha, alapou-se no selim da dita e rodou-lhe os pedais, emancipando-se nas deslocações escolares e afins. Depois, na devida altura com todo o mérito, convém dizer, o pré-mancebo conquistou a menina dos seus olhos, a Metallica. À Maria mais não restou senão voltar para o banco de suplentes. Só que novas funções estavam-lhe reservadas. Decidi aproveitar as suas caraterísticas híbridas e adicionar-lhe os acessórios necessários para a transformar na minha bicla tipo guarda-chuva. Com o porta-couves retirado à Dona Etielbina, alforges e um par de guarda-lamas, a fazer pendant com o seu estilo metalizado, tinha ali mesmo à mão uma bicicleta robusta, ideal para a cidade, e para o parque. Adaptei-a para os dias diluvianos.

E foi no cumprimento das suas novas funções que de forma estrondosa me alertou para o seu estado imutável. O pneu traseiro não mais aguentou a pressão, teve um valente rasgão, e da ainda original câmara-de-ar, foi um ar que se lhe deu! Durante toda a década de parcerias, nem um pneu furado. O primeiro, e sempre haverá uma primeira vez, chegou com estrondo. Pummm… Deu o estouro! O que me valeu foi estar mesmo à porta de casa com o saco do pão pendurado no guiador.  Pois que venha de lá um par de galochas novas para a Maria, que ela, e eu, bem merecemos!

e que estouro

Anúncios

Sobre paulofski

Na bicicleta. Aquilo que hoje é a minha realidade e um benefício extraordinário, eu só aprendi aos 6 anos, para deixar aos 18 e voltar a ela para me aventurar aos 40. Aos poucos fui conquistando a afeição das amigas do ambiente e o resto, bem, o resto é paisagem e absorver todo o prazer que as minhas bicicletas me têm proporcionado.
Esta entrada foi publicada em ele há coisas! com as etiquetas , , , , , , . ligação permanente.

2 respostas a e porque não Maria Del Lluvia!

  1. Pingback: can’t miss [134] mariacapaz.pt | na bicicleta

  2. Pingback: hoje é o dia mundial de bicicleta para o trabalho, as known as Global Bike to Work Day, by Strava | na bicicleta

apenas pedalar ao nosso ritmo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s