hoje é o dia mundial de bicicleta para o trabalho, as known as Global Bike to Work Day, by Strava

Uma das mais maiores aplicações, senão a mais popular usada por ciclistas em todo o mundo para registar as suas viagens, a Strava, reservou o dia 10 de Maio como o Global Bike to Work Day, ou melhor, o dia mundial de bicicleta para o trabalho.

Basicamente, não só mas especialmente, é para quem gosta de pedalar e registar o treino ou passeio na aplicação. Este é o dia para deixar o carro em casa e usar a bicicleta também como meio de transporte. Ir de bicicleta para o trabalho pode ser complicado para alguns, ainda mais se não estiver acostumado com a rotina ou ainda não iniciou este hábito, e é por essa razão que a Strava convocou os seus utilizadores, ciclistas de todo o mundo para participar do Global Bike to Work Day. É uma excelente forma de encorajar velhos e novos ciclistas (afinal não é mais do que já havia sugerido aqui há uns bons anos) a apoiar, difundir e fazer parte da campanha “Commutes Count” (ir para o trabalho também conta), em prol de melhores infra-estruturas, para peões e ciclistas. Alguns países têm um “dia da bicicleta para o trabalho”, outros não. Agora existe pelo menos um para cada ciclista, e é o mesmo dia, independentemente do local onde viva.

O evento faz parte do programa Strava Metro, que usa cada pedalada que registamos no Strava com a tag “Commute” (ida para o trabalho) para gerar uma imagem de quais caminhos os ciclistas mais usam para ir para o trabalho e assim permitir que urbanistas e departamentos de trânsito locais possam trabalhar em melhorias nessas áreas especificamente. Quanto mais idas ao trabalho forem registadas, mais claras serão as análises dos departamentos envolvidos. Mais de 70 organizações em todo o mundo já usaram esses dados para implementar melhorias em ciclovias e infra-estruturas, um movimento global que ajudará na construção de cidades mais amigáveis para os ciclistas.

Ora, como uso regularmente a bicicleta como meio de transporte, e por vezes registo as minhas viagens de pedal na aplicação, também participei no evento registando a minha pedalada matinal para o trabalho. A contribuição é curta mas foi de bom grado: 4,5 km em 15 minutos. É o que faço habitualmente todas as manhãs. Já o regresso, esse pode ser variado, pois a premissa do horário a cumprir não é tão rigorosa. Devido à chuva, hoje a escolha da bicla ideal recaiu na Maria Del Sol, a minha bicla guarda-chuva que me fez chegar sequinho e pronto para mais um dia de trabalho.

Para participar do Global Bike to Work é bem simples. Tudo que precisas fazer é pedalar hoje, do ponto A ao ponto B, e registar a tua pedalada na aplicação usando a tag: #CommutesCount.

Anúncios

Sobre paulofski

Na bicicleta. Aquilo que hoje é a minha realidade e um benefício extraordinário, eu só aprendi aos 6 anos, para deixar aos 18 e voltar a ela para me aventurar aos 40. Aos poucos fui conquistando a afeição das amigas do ambiente e o resto, bem, o resto é paisagem e absorver todo o prazer que as minhas bicicletas me têm proporcionado.
Esta entrada foi publicada em motivação com as etiquetas , , , , , , , , , . ligação permanente.

apenas pedalar ao nosso ritmo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s