sua Alteza não é só vaidosa!

Alteza de visita a casa-mãe
Fazia tempo que não levava Sua Alteza numa visitinha à casa-mãe. Ontem ao final do dia levei-a lá, não só para um tratamento de beleza há muito prometido, cravar-lhe uma chapa na testa sobre aquele autocolante escarafunchoso,  mas também para uma espécie de despedida do local onde pela primeira vez viu a luzes da ribalta, a velha/afamada/carcomida casa de bicicletas e acessórios, conhecida loja/oficina/antro-de-bons-caminhos com 70 anos de existência, ou como a conhecemos há bem menos tempo. E a valente aguentou firme a pequena cirurgia, só não conseguiu esconder um chiar de calços nos travões na hora do adeus. O edifício da escarafunchosa/antiga/mui-nobre Velo Invicta aka oficina do Capas Peneda vai entrar em obras e tornar-se uma cena do tipo restaurante/bar/sei-lá-mais-o-quê! Estando a velha casa na afluência dos bares da animada movida nocturna tripeira, não resistiu às tentações do negócio. Foi-me dito entre fontes de ferrugem e poeira que a oficina propriamente dita irá permanecer por lá, acanhada entre o negócio da restauração a arranjar bicicletas e, para quando reabrir, que o novo espaço terá nas rodas de amigos, bailarinas e copos à pala do Barbosa!

Para memoria futura/melancolia/choro compulsivo, fica o meu album de fotografias de bons momentos passados na veloloja, a mais famosas e antigas do país:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

Sobre paulofski

Na bicicleta. Aquilo que hoje é a minha realidade e um benefício extraordinário, eu só aprendi aos 6 anos, para deixar aos 18 e voltar a ela para me aventurar aos 40. Aos poucos fui conquistando a afeição das amigas do ambiente e o resto, bem, o resto é paisagem e absorver todo o prazer que as minhas bicicletas me têm proporcionado.
Esta entrada foi publicada em outras coisas com as etiquetas , , , , , , , . ligação permanente.

3 respostas a sua Alteza não é só vaidosa!

  1. Pingback: o ancoradouro/varadouro, e agora, velodouro da Cantareira | na bicicleta

  2. Pingback: na Velo Invicta de cara lavada | na bicicleta

  3. Pingback: prazeres simples | na bicicleta

apenas pedalar ao nosso ritmo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s