“o Outono é uma segunda Primavera em que cada folha é uma flor”…

Onde é que já ouvi isto!?

pelo Douro até Melres

Tenho de concordar que existe qualquer coisa que nos toca e inspira nesta altura do ano. Qualquer coisa de mágico nas paisagens de Outono. A mudança que deslumbra e fascina. A mistura de cores, a névoa sob o rio, as temperaturas mais frias que revigoram o corpo e o espírito.  Andar de bicicleta para mim não é apenas um meio formidável de ir e vir do trabalho. Pedalar por entre folhas coloridas. Poder voar na bicicleta pela margem do rio, até onde  a vontade quiser ir, sentir os cheiros, absorver as cores, onde só a natureza fala, é diversão, é prazer, é uma vida positiva que a liberdade da bicicleta me dá.

Give me a br(e)ake!

Sobre paulofski

Na bicicleta. Aquilo que hoje é a minha realidade e um benefício extraordinário, eu só aprendi aos 6 anos, para deixar aos 18 e voltar a ela para me aventurar aos 40. Aos poucos fui conquistando a afeição das amigas do ambiente e o resto, bem, o resto é paisagem e absorver todo o prazer que as minhas bicicletas me têm proporcionado.
Esta entrada foi publicada em o ciclo perfeiro com as etiquetas , , , , , , . ligação permanente.

apenas pedalar ao nosso ritmo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s