dicas para os dias quentes


Sou adepto da bicicleta há muitos anos. Uso as minhas bicicletas todos os dias, vou com elas para todo o lado e elas são o meu veículo de eleição. Distâncias longas ou curtas, vou sempre a pedalar. A resistência física é coisa que só se adquire com a prática.

Terminado que está este pequeno período de férias, com longas pedaladas em ritmo de treino, lentamente abrando a cadência e retomo a pedalada para o trabalho. Moro relativamente perto do gabinete de trabalho, são mais ou menos quatro quilómetros, o que dá uns 15 minutos a pedalar, dependendo apenas da vontade. A questão do trânsito é algo que se consegue vencer com cuidado, conquistando agilidade e ganhando experiência. Caótico ou não, é igual em todo o lado, o que difere é o arrojo, a paciência, a prudência e determinação de cada ciclista no fluxo rodoviário. Logicamente que em cidades como o Porto e Lisboa a coisa mais complicada é, às vezes, ter de subir, mas com alguns truques na manga e umas mudanças levezinhas, quem pedala por gosto sempre alcança, até a ladeira mais difícil. Caso haja condições, saio com antecedência de casa, a fim de ganhar mais tempo e poder pedalar sem pressas. A questão da transpiração é controlável com o tempo. Uma dica básica para estes dias de Verão é pedalar a um ritmo moderado, evitando esforços bruscos. Isso não vai evitar ter de suar mas fará com que se transpire menos. De preferência usar roupas arejadas e de cores claras a fim de absorver pouco calor. Se der para prender um bagageiro à traseira da bicicleta onde se poderá carregar um alforge com o almoço, uma muda de roupa e uma toalhinha para limpar o rosto, os braços e as zonas corporais que inevitavelmente ficam transpiradas, é o ideal. E para os que podem tomar um bom banho quando chegam ao trabalho, façam uso.

Bom, aí vai a conclusão da minha dica: se moras perto do trabalho, tens preguiça de ir a pé ou de transportes públicos e vais de carro para o meio do trânsito, pensa antes em ir de bicicleta. Se estiveres com receio, experimenta fazer isso uma vez por semana e vai aumentado a frequência. Há uma boa hipótese de gostares da experiência! O exercício físico faz com que tenhamos um melhor dia de trabalho. Sentes mais o ambiente e aprecias mais as coisas pequenas da vida. Há muito mais contacto humano na bicicleta, mesmo numa cidade dominada pelo carro. E as pessoas correspondem a essa humanização. A bicicleta abre caminhos, tem uma magia. Boas pedaladas!

Sobre paulofski

Na bicicleta. Aquilo que hoje é a minha realidade e um benefício extraordinário, eu só aprendi aos 6 anos, para deixar aos 18 e voltar a ela para me aventurar aos 40. Aos poucos fui conquistando a afeição das amigas do ambiente e o resto, bem, o resto é paisagem e absorver todo o prazer que as minhas bicicletas me têm proporcionado.
Esta entrada foi publicada em motivação com as etiquetas , , . ligação permanente.

apenas pedalar ao nosso ritmo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s