reciclando [41] toda a via

Sabendo que estamos muito atrás de outras sociedades europeias no que concerne ao uso da bicicleta, todavia, a cada dia que passa vejo um aumento de ciclistas na cidade. Pessoas a pedalar, tanto nas suas deslocações diárias, no treino, a passear, a turistar, onde o “andar de bicicleta” passou a ser coisa rotineira, no Porto, Gaia e Matosinhos. Há muitos novos ciclistas. Outros há que já o eram mas que entretanto mudaram o chip, dando outro rumo à bicicleta para um uso diário, no dito commute. Uma grande parte dos turistas que nos visitam alugam uma bicicleta e ganham um pretexto para conhecer os pontos quentes, passar a ponte com toda a naturalidade, usufruindo e partilhando das mais belas vistas panorâmicas sobre o Douro.

É uma evidência, os ciclistas urbanos estão presentes e em força nas nossas escassas ciclovias. Alastram-se pelas ruas, mesmo nas mais íngremes, sinuosas e fustigadas vias pela opressão automobilística. A mobilidade urbana reclama condições mais favoráveis ao transporte colectivo e aos modos suaves. Embora os automóveis sejam necessários, é incontestável que quem anda a pé ou pedala uma bicicleta tem a liberdade de enfatizar o valor desse extraordinário veículo na redução da poluição e dos malefícios do congestionamento das cidades. Parece-me necessária a redução da motorização individual, melhorar a rede de transportes públicos e dar mais condições à utilização de bicicletas, pelas óbvias razões ecológicas, económicas e de planeamento urbano. Usando a bicicleta para o transporte permite a liberdade de circular em qualquer lugar, não ter preocupações de estacionamento, tornando o ambiente urbano mais natural com o advento do ciclismo.

Anúncios

Sobre paulofski

Na bicicleta. Aquilo que hoje é a minha realidade e um benefício extraordinário, eu só aprendi aos 6 anos, para deixar aos 18 e voltar a ela para me aventurar aos 40. Aos poucos fui conquistando a afeição das amigas do ambiente e o resto, bem, o resto é paisagem e absorver todo o prazer que as minhas bicicletas me têm proporcionado.
Esta entrada foi publicada em mobilidade com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , . ligação permanente.

apenas pedalar ao nosso ritmo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s