a par, em par com os carros

Motorist perception of bicyclist position and available passing space. [Graphic: Keri Caffrey]

Motorist perception of bicyclist position and available passing space. [Graphic: Keri Caffrey]

Na bicicleta, não há nada mais stressante do que sentir a opressão do trânsito. Andar de bicicleta acarreta algumas situações arriscadas, bem sabemos, mas se algumas estão directamente relacionadas com o nosso comportamento, muitas outras são deliberadamente ocasionadas pela acção directa de automobilistas que não ajudam. Quando não conhecem ou simplesmente se estão a borrifar para os direitos dos ciclistas, a postura ideal na estrada, a nossa reacção perante essas situações, é o “truque” eficaz e legal para a nossa segurança.

Dentro da faixa de rodagem, afastado q.b. da berma, tanto quanto possível deveremos estar o mais visíveis possível, “obrigar” o automobilista a abrandar e, quando ao nosso lado, respeitar a distância de metro e meio. A recente legislação aprovou uma distância de segurança em torno do ciclista, no entanto se o ciclista for empurrado, obrigado a andar o mais próximo à borda da estrada, isso não é seguro para si. Ele tem o direito à utilização plena da estrada.

Alguns mais impacientes vão-nos amaldiçoar por estarmos ali, vão buzinar ou mesmo acelerar para expressar a sua arrogância. Temos pena. Se estamos ali é porque a posição do ciclista na estrada é fundamental para a sua segurança. A postura a par com outro colega ciclista obriga o tráfego a abrandar e então proceder à ultrapassagem a uma velocidade segura.

Cyclists riding double file on a narrow rural road. Riding double file deters unsafe same-lane passing in narrow lanes and makes the cyclists as visible as a car from the front and behind. [Mike Dayton photo]

Cyclists riding double file on a narrow rural road. Riding double file deters unsafe same-lane passing in narrow lanes and makes the cyclists as visible as a car from the front and behind. [Mike Dayton photo]

Este excelente artigo do bikewalknc.org contém interessante informação que explica porque teimam os ciclistas circular a par, em par com os automobilistas.

…”Cyclists must obey traffic signals and stop signs just like any other driver. These traffic controls divide intersection time among different directions of travel and effectively limit the traffic throughput at the intersection. Riding double file reduces by half the time required for the group to get through an intersection, reducing light signal cycles and delay for other road users as well.”…

 

Anúncios

Sobre paulofski

Na bicicleta. Aquilo que hoje é a minha realidade e um benefício extraordinário, eu só aprendi aos 6 anos, para deixar aos 18 e voltar a ela para me aventurar aos 40. Aos poucos fui conquistando a afeição das amigas do ambiente e o resto, bem, o resto é paisagem e absorver todo o prazer que as minhas bicicletas me têm proporcionado.
Esta entrada foi publicada em motivação com as etiquetas , , , , , , , , , . ligação permanente.

apenas pedalar ao nosso ritmo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s