can’t miss [108] opovo.com.br

Redescobrindo a paixão pela bicicleta

Repórter não pedalava há quase 15 anos. Na estreia do projeto Ciclofaixa de Lazer, alugou uma bicicleta e conseguiu se divertir no trânsito

Repórter não pedalava há quase 15 anos. Na estreia do projeto Ciclofaixa de Lazer, alugou uma bicicleta e conseguiu se divertir no trânsito

“A manheci me perguntando se poderia ter desaprendido a andar de bicicleta. Era o meu “verme” há cerca de 15 anos, e minha mãe tinha coragem de me perder de vista enquanto explorava as ruas do Parque Araxá. Só pelo prazer de estar na bicicleta. Medo só de queda feia. Depois de adulta, nunca me arrisquei a pedalar pela metrópole de poucos espaços e cortesias para ciclistas. Covardia mesmo, pois há quem encare o desafio cotidiano.

Ontem pela manhã, a primeira edição do projeto Ciclofaixa de Lazer, promovido pela Prefeitura, me ofereceu um ambiente controlado. Trajeto de dez quilômetros com sinalização e agentes de trânsito nos cruzamentos. Encontrei muitas pessoas comentando ser aquela a primeira pedalada depois de muitos anos “enferrujados”. Gente que alimentou, assim como eu, o contido desejo de liberdade nas nossas ruas.”…

(Lê aqui o artigo completo deste motivante relato de Thaís Brito)

Anúncios

Sobre paulofski

Na bicicleta. Aquilo que hoje é a minha realidade e um benefício extraordinário, eu só aprendi aos 6 anos, para deixar aos 18 e voltar a ela para me aventurar aos 40. Aos poucos fui conquistando a afeição das amigas do ambiente e o resto, bem, o resto é paisagem e absorver todo o prazer que as minhas bicicletas me têm proporcionado.
Esta entrada foi publicada em can't miss it com as etiquetas , , , , , , , , . ligação permanente.

Uma resposta a can’t miss [108] opovo.com.br

  1. Que delícia, Fortaleza via bicicleta! Eu nunca esperava poristo e tenho duas bicicletas, uma em Sobral e a outra em Fortaleza. Infelizmente a bicicleta de Fortaleza é simples enquanto que a bicicleta de Sobral é toda equipada na classe ciclista para todos os dias – nada de bincadeiras. Mas foi ficar de olho na próxima edição de Fortaleza via bicicleta. Não quero perder. E não vou pagar nada a ninguém, eu tenho a minha própria bicicletta para o trajeto de ida e volta.

    Gostar

apenas pedalar ao nosso ritmo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s