a pensar alto

Há coisa de dias li esta notícia e, desde aí, a pulguinha ficou cá alojada atrás da orelha. Se a CMP quer tanto ver-se livre desse colosso, então porque não converter o silo-coiso num centro de facilidades para os ciclistas do Porto!?

Sei que estou a pensar em grande mas depois de conhecer esta proposta da arquitecta norte-americana Annie Scheel que venceu o “Sustainable Design Competition 2010”, um concurso de ideias promovido pelo “Conselho de Construção Verde de Delaware Valley”, elevei-me nesse devaneio a pedais.

Situado entre as ruas 13th e Market, no centro de Filadélfia, o projecto visa oferecer serviços específicos para ciclistas como: restaurantes, vestiários com duches, cicloficina, lojas para venda, aluguer e, claro está, um hiper estacionamento para as bicicletes.

O estacionamento dispõe de um sistema vertical de armazenagem de múltiplos andares, com capacidade para 690 bicicletas. Um pátio central verde oferece luz e ventilação naturais ao edifício que, aliás, está localizado próximo ao distrito comercial, a atracções turísticas e a linhas de transporte público.

Ao oferecer todas essas facilidades, o projecto de Annie pretende incentivar o ciclismo como meio de transporte, reduzindo o trânsito e a poluição do centro de Filadélfia. Pena é que se trate apenas de um concurso de ideias…

Mas são boas ideias que ficam e de boas ideias é o que realmente estamos necessitados:

Estacionamento:
Nada como ter um lugar coberto e seguro para deixar as bicicletas durante o dia.

Restauração
:
Um local para refrescar, tomar um cafezinho, fazer uma refeição e conviver no que seria um ponto de encontro para os ciclistas.

Interligação com os transportes públicos:

Como fica perto das estações de Metro, da Trindade e do Bolhão, e terminus de linhas de autocarros, as pessoas poderiam deixar as bicicletas depois de chegar de transporte público e seguir aos seus destinos.

Lojas:

Bicicletas, gadjets, produtos voltados para o ciclista urbano a bons preços.

Oficina:
Uma cicloficina onde mecânicos pudessem afinar as mudanças, trocar uns calços, consertar e mesmo fazer uma revisão geral, onde se praticassem preços baixos para democratizar o acesso ao serviço.

Vestiários com chuveiro:

Uma opção para quem pedala distâncias maiores, não quer chegar ao seu destino suado ou não tem vestiário no trabalho, trocar de vestuário.

Aluguer de bicicletas:
Um local que pode ser integrado a um sistema de bicicletas partilhadas, para turistas ou para quem necessite de uma bicicleta e não tenha. Poderia ser possível emprestar biclas para quem deixou a sua na oficina.

Digam-me lá se ali um silo-biclas não ficava tão bué da fixe, hummm?

Sobre paulofski

Na bicicleta. Aquilo que hoje é a minha realidade e um benefício extraordinário, eu só aprendi aos 6 anos, para deixar aos 18 e voltar a ela para me aventurar aos 40. Aos poucos fui conquistando a afeição das amigas do ambiente e o resto, bem, o resto é paisagem e absorver todo o prazer que as minhas bicicletas me têm proporcionado.
Esta entrada foi publicada em ambiente com as etiquetas , , , . ligação permanente.

4 respostas a a pensar alto

  1. Há coisa de dois anos houve uns concursos de ideias para vários destes silos, sendo que a coisa ficou por aí (e agora que não há $$ duvido que peguem no assunto), mas parece-me uma ideia interessante a pegar quando houver menos constrangimentos orçamentais..
    Vou anotar no caderninho preto 😎

    Gostar

  2. Pingback: a uma espécie de silogismo ou um raciocínio pouco dedutivo | na bicicleta

  3. daniel diz:

    Parece-me que um mega estacionamento de bicicletas no silo-auto não seria muito útil porque é melhor deixa-las perto dos sítios onde vamos! Uma oficina complementada com outras actvidades, pode ser.
    Acho que o melhor era deixar o silo-auto para a sua função original que é para guardar carros, num futuro em que o estacionamento nas ruas vai ser limitado e o espaço publico devolvido para os peões! vamos ver…

    Gostar

  4. Pingback: coisas do Porto e histórias da carochinha | na bicicleta

apenas pedalar ao nosso ritmo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s