por terras de Valentim

Provavelmente a única ciclovia (dupla) de Gondomar, na Av. da Conduta

Vista a anormalidade da quantidade de ruas (palavras do taberneiro) que eu teria de percorrer por terras de Valentim, vejam só o quanto tenho de desbravar no mapa cor-de-rosa, decidi pôr rodas e pernas ao caminho. Fintando o vento e a chuva, ontem fui no lombo da GOrka para a minha segunda prospecção na filigrana rodoviária do concelho de Gondomar.

Em Fânzeres vivi mais de 25 anos e foram essas ruas tranquilas que me ensinaram a dar as primeiras e, mais tarde, longas pedaladas. Só que ao fim de tanto tempo sem percorrer caminhos de outros tempos, o meu mapa mental estava há muito desactualizado. Assim e para reunir boa informação para o voluntariado dos mapas, decidi conhecer in-loco as novas artérias gondomarenses.

na avenida com nome de presidente da republica que por acaso é o mesmo d'agora

O meu primeiro objectivo foi interceptar a Linha Laranja, que liga o Estádio do Dragão (Puooortooo) a Fânzeres por Metro. Após cruzar a linha junto à Igreja de Rio Tinto, retorcedi para rever a estação de combóios. Depois fui para os lados de Baguim do Monte e foi depois entre a estação da Venda Nova e da Carreira, a subir para a estrada da Formiga, que cruzei com o nosso heroi do dia.

– Então, isso vai ou não vai?
– Vai, vai, mas agora vou a pé!

António Couto, ciclista urbano/rural decidiu testar os pneus boiaux da sua velhinha Reynolds.

– Há dezanove anos que não pegava nela e tive de lhe trocar os pneus, mas o de trás não está bem. Anda aos saltos!

Realmente o pneu fazia uma curva e contracurva na zona da válvula. – Acho que é só vazá-lo, endireitá-lo e voltar a encher!, disse-lhe, mas sem muita convicção. Depois a minha curiosidade levou a conversa para saber mais daquela relíquia e o sr. António que só tinha olhos para a GOrka.

– Esta deve ter uns quarenta anos e tenho outra, guardada em casa do meu filho, que é mais antiga e mais pesada. Perfiro esta, só que agora estou mais enferrujado do que ela!

Contei-lhe o que andava eu por ali a fazer, – Você veio da Prelada até cá!, e depois falamos sobre as melhorias que o Metro trouxe para a vida das pessoas. Nem a chuva fria e pesada que entretanto nos apanhou nos demoveu o paleio.

– Sabe que quando era mais novo ia de bicicleta para o trabalho e todos os dias subia a Serra de Valongo!

Despedi-me do sr. António, invejando-lhe o espírito jovial (esqueci-me foi de lhe perguntar a idade, mas também o que isso importa) e a sua belíssima bicicleta.

Voltei à estrada, reencontrei a linha do Metro e mais à frente dei com a Avenida da Conduta que rasga boa parte do concelho de Gondomar de Norte a Sul. É uma via larga, perfeitamente ciclável onde, pelo que pude ver, muitos gondomarenses aproveitam para umas corridas saudáveis. Entretanto surge a ciclovia, com +/- 1 km, a qual vai dar praticamente ao centro da cidade. Após uma subida razoável e um paralelo intragável mesmo em frente à casa do Valentim, a CMG, entrei nas ruas Novais da Cunha e Luis de Camões, encontrando a nacional 209 para descer com os olhos em lágrimas pela velocidade impulsionada até à rotunda do Freixo. Dali até casa fui pelo caminho habitual junto ao rio.

Que não digam que Gondomar é perfeitamente ciclável!

O mapa de todo o percurso vem a caminho porque agora estou cansado.

Sobre paulofski

Na bicicleta. Aquilo que hoje é a minha realidade e um benefício extraordinário, eu só aprendi aos 6 anos, para deixar aos 18 e voltar a ela para me aventurar aos 40. Aos poucos fui conquistando a afeição das amigas do ambiente e o resto, bem, o resto é paisagem e absorver todo o prazer que as minhas bicicletas me têm proporcionado.
Esta entrada foi publicada em testemunho com as etiquetas , , , , , , , . ligação permanente.

Uma resposta a por terras de Valentim

  1. Pingback: mapas no JN | na bicicleta

apenas pedalar ao nosso ritmo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s