fotocycle [213] rotina de adepto

Há um certo fascínio olhar ao redor enquanto pedalo do trabalho para casa: o rio, o casario, os símbolos que as pessoas colocam ao vento. Uma espécie de vislumbre sobre a vida dos outros, e andar de bicicleta é uma boa maneira de o fazer. Lenta o suficiente para que possa parar e fotografar, rápida o suficiente para chegar a casa, pegar na bandeira e seguir de metro para o jogo no Dragão. Tudo facilitado por uma bicicleta.

Anúncios

Sobre paulofski

Na bicicleta. Aquilo que hoje é a minha realidade e um benefício extraordinário, eu só aprendi aos 6 anos, para deixar aos 18 e voltar a ela para me aventurar aos 40. Aos poucos fui conquistando a afeição das amigas do ambiente e o resto, bem, o resto é paisagem e absorver todo o prazer que as minhas bicicletas me têm proporcionado.
Esta entrada foi publicada em fotocycle com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , . ligação permanente.

2 respostas a fotocycle [213] rotina de adepto

  1. Nelson Branco diz:

    E sopram bons ventos para o lado do Dragão!

    Liked by 1 person

  2. paulofski diz:

    Estão de feição, sim senhor, importa no entanto que sejam bem aproveitados.

    Gostar

apenas pedalar ao nosso ritmo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s