e tu, já somas quilómetros para o European Cycling Challenge?

O European Cycling Challenge, uma iniciativa de promoção do uso quotidiano da bicicleta nas deslocações urbanas, junta dezenas de cidades europeias numa “corrida” para acumular quilómetros de quem calca os pedais. O país que acumular mais quilómetros, através das respectivas áreas metropolitanas e cidades, ganha o desafio. Esta iniciativa de grande sucesso visa incentivar um estilo de vida mais saudável e promover a bicicleta e a mobilidade suave.

A Área Metropolita do Porto (AMP) volta a assumir o desafio European Cycling Challenge 2017 (ECC2017) que decorre durante todo o mês de Maio. Este desafio deve ser encarado como uma oportunidade dos cidadãos experimentarem as vantagens da utilização da bicicleta nas suas deslocações pela cidade, assim como um pretexto para as autoridades municipais olharem para a cidade numa perspectiva bem diferente, ao ritmo da bicicleta.

A primeira edição do European Cycling Challenge decorreu em 2012. No desafio do ano passado participaram 46 mil ciclistas, de 52 cidades distribuídas por 18 países, o que representou um recorde absoluto e valeu à iniciativa um prémio pela participação pública que mobilizou.

A participação no ECC, aberta a todos os cidadãos, consiste em registar os trajectos percorridos em bicicleta na aplicação móvel Naviki (disponível gratuitamente na AppStore, na GooglePlay e na loja da Microsoft). Todos os utilizadores de bicicleta poderão participar, para isso basta a cada participante registar-se na página oficial do evento, configurar as opções, aderir a uma equipa (“Team AMP”, “Team AMA” ou “Team AML”) e escolher o município para o qual quer contribuir.

Em conjunto com a equipa da Área Motropolitana do Porto, Aveiro e Lisboa representam Portugal no desafio de ciclismo urbano europeu. Fazem parte da equipa da AM do Porto os concelhos de Arouca, Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Oliveira de Azeméis, Paredes, Porto, Póvoa de Varzim, Santa Maria da Feira, Santo Tirso, São João da Madeira, Trofa, Vale de Cambra, Valongo, Vila do Conde e Vila Nova de Gaia.

Os utilizadores devem registar sempre as rotas que percorrem de bicicleta, entre os dias 1 e 31 de Maio, através da opção “Gravar Itinerário”. Quem não puder instalar a aplicação, pode sempre carregar o percurso no site www.naviki.org. São válidas todas as viagens, como de casa para o trabalho ou do centro comercial para escola, por exemplo.

Cada participante e cada equipa têm acesso ao mapa de trajectos e total de quilómetros percorridos. O objectivo é também que a sua Área Metropolitana ganhe uma plataforma estatística que servirá de apoio a decisões de planeamento urbano, como avaliar as zonas mais frequentadas pelos ciclistas urbanos e as que necessitam, ou não, de infra-estruturas, como ciclovias.

Muitos registos, boas pedaladas.

Advertisements

Sobre paulofski

Na bicicleta. Aquilo que hoje é a minha realidade e um benefício extraordinário, eu só aprendi aos 6 anos, para deixar aos 18 e voltar a ela para me aventurar aos 40. Aos poucos fui conquistando a afeição das amigas do ambiente e o resto, bem, o resto é paisagem e absorver todo o prazer que as minhas bicicletas me têm proporcionado.
Esta entrada foi publicada em divulgação com as etiquetas , , , , , , , , , , , . ligação permanente.

apenas pedalar ao nosso ritmo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s