notícias requentadas

Bicicleta é mais benéfica para a saúde do que caminhar

“Um estudo levado a cabo durante cinco anos por uma equipa de cientistas, no Reino Unido, concluiu que ir de bicicleta para o trabalho pode reduzir o risco de doenças cancerígenas e cardíacas.
Segundo um estudo publicado no “British Medical Journal“, pedalar cerca de 50 quilómetros por semana contribui para a prevenção de doenças cancerígenas e cardíacas.
Os cientistas concluíram ainda que a bicicleta é mais fácil de introduzir numa rotina diária do que ir ao ginásio, por exemplo, e é mais benéfica para a saúde do que caminhar.
“Isto é uma prova clara que as pessoas que vão para o trabalho de forma ativa, especialmente de bicicleta, correm menos riscos de saúde”, disse à estação britânica “BBC” Jason Gill, um dos investigadores.
No mesmo estudo, que contou com a participação de 250 mil voluntários, as pessoas que alternaram entre a bicicleta e os transportes públicos também revelaram melhorias de saúde.”

(fonte: jn.pt/mundo/interior)

Ir às compras de bicicletas dá descontos no comércio do centro

“O repto é lançado pelo Pelouro do Ambiente do Município e pela Associação Comercial de Braga (ACB): ‘Venha de bicicleta às compras ao centro e obtenha descontos nas lojas aderentes’. O estacionamento não é preocupação, na medida em que foi reservada uma área para o efeito junto a cada uma das 45 lojas aderentes.
A iniciativa designa-se Semana da Bicicleta e arrancou ontem, precisamente no Dia Mundial da Bicicleta, prolongando-se até 26 de Abril.
Em termos práticos, quem se deslocar de bicicleta às lojas aderentes, devidamente identificadas com um dístico alusivo à Semana da Bicicleta, beneficia de descontos entre 10 a 20%.” […]

(ler artigo completo: correiodominho.com/noticias)

Património. Uma bicicleta, 11 quilómetros e mil histórias sobre Lisboa

“O i fez-se à ciclovia para um tour criado para mostrar as transformações da cidade à beira-rio. É por isso que nunca deixamos de ter água na margem esquerda deste passeio que começa em Santa Apolónia e termina em Belém
Habituado a levar turistas a conhecer Lisboa, Luís Maio teve apenas de trocar o estímulo dado às pernas, habituadas a calcorrear a cidade. Em vez de subir e descer colinas a pé, hoje é dia de pegar na bicicleta e seguir a direito, sempre ao lado do Tejo.
O percurso, criado pela Europcar para assinalar o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, foi pensado de forma a mostrar as transformações de Lisboa à beira-rio. “O rio serve como uma espécie de fio condutor”, explica, justificando o porquê de o percurso começar em Santa Apolónia. “É o sentido natural, até porque o crescimento de Lisboa se fez do rio para o mar”, acrescenta. Sabemos, por isso, que o tour terá como ponto final Belém, onde o Tejo já está mais perto de ser mar e onde os 11 quilómetros são suficientes para aquecer uma manhã já por si de 30 graus.” […]

(ler artigo completo em: ionline.sapo.pt)

Anúncios

Sobre paulofski

Na bicicleta. Aquilo que hoje é a minha realidade e um benefício extraordinário, eu só aprendi aos 6 anos, para deixar aos 18 e voltar a ela para me aventurar aos 40. Aos poucos fui conquistando a afeição das amigas do ambiente e o resto, bem, o resto é paisagem e absorver todo o prazer que as minhas bicicletas me têm proporcionado.
Esta entrada foi publicada em divulgação com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , . ligação permanente.

Uma resposta a notícias requentadas

apenas pedalar ao nosso ritmo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s