teaser – L’ Antique 200, versão 2015

Antique_2015
E amanhã lá estarei de volta às estradas ribatejanas, a rolar por estradinhas esburacadas, vaguear por caminhos antigos, de visita a lugares míticos, explorando cenários bucólicos da planície que riba o Tejo. Quase tudo igual à minha primeira aventura Randonneur, num brevet condizente à memória e ao espírito, apenas diferente porque desta vez levo mais experiência na bagagem e vou pedalar na Cósmica, a outra minha bicla à moda antiga.

Le Antique 5

Ah, sim… depois conto como foi!

Anúncios

Sobre paulofski

Na bicicleta. Aquilo que hoje é a minha realidade e um benefício extraordinário, eu só aprendi aos 6 anos, para deixar aos 18 e voltar a ela para me aventurar aos 40. Aos poucos fui conquistando a afeição das amigas do ambiente e o resto, bem, o resto é paisagem e absorver todo o prazer que as minhas bicicletas me têm proporcionado.
Esta entrada foi publicada em o ciclo perfeiro com as etiquetas , , , , , , . ligação permanente.

apenas pedalar ao nosso ritmo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s