uma velocaixa com requinte

Velocaixa

Não é que faltem lá bicicletas bonitas!” Responderam-me os duendes quando fiz a vénia ao requinte de uma das novas produções da megastore do MMM. Ah pois não faltam, e a prova disso é a foto ali acima tirada numa destas tardes no “lá”, que é o bikepark improvisado no jardim da instituição onde também pico o ponto, com as motoretas em minoria.

Mal acabaram de receber as primeiras unidades das caixas de madeira que desenvolveram em mais uma colaboração com a Alice, os duendes de serviço esmeravam a Gazelle da Luísa (que podem conhecer aqui) com uma  caixinha de madeira muito bem feita, que é simultaneamente robusta e… leve (dizem eles e certifico eu)

Anúncios

Sobre paulofski

Na bicicleta. Aquilo que hoje é a minha realidade e um benefício extraordinário, eu só aprendi aos 6 anos, para deixar aos 18 e voltar a ela para me aventurar aos 40. Aos poucos fui conquistando a afeição das amigas do ambiente e o resto, bem, o resto é paisagem e absorver todo o prazer que as minhas bicicletas me têm proporcionado.
Esta entrada foi publicada em uma boa ideia com as etiquetas , , , , , . ligação permanente.

apenas pedalar ao nosso ritmo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s