outra oportunidade perdida

Esta é a Avenida do Parque. Liga a Rua da Vilarinha (foto da dtª) à Avenida da Boavista (foto da esqª) e ao Parque da Cidade, que lhe dá o nome. Ontem, ao final da tarde, passei lá e notei que pintaram uns tracejados no pavimento novo, onde há uns meses, quando ali montaram o Circuito da Boavista, bólides carregados de cavalos aceleraram e deixaram borracha dos pneus. Tirei uma espécie de foto panorâmica para revelar a contradição encontrada. Para além de não prever uma via reservada às bicicletas (no excuses, espaço é que não falta), pareceu-me uma oportunidade perdida e contraditória. Bastavam umas latas de tinta e uns sinais verticais junto a um dos passeios para se encontrar a melhor forma de aproveitar tanto espaço. Mas não! Dividiram a avenida em quatro faixas: duas faixas centrais para a circulação de veículos e outras duas paralelas aos passeios. Ora todos sabemos que é proibido parar e estacionar automóveis numa linha amarela, não sabemos?!

Anúncios

Sobre paulofski

Na bicicleta. Aquilo que hoje é a minha realidade e um benefício extraordinário, eu só aprendi aos 6 anos, para deixar aos 18 e voltar a ela para me aventurar aos 40. Aos poucos fui conquistando a afeição das amigas do ambiente e o resto, bem, o resto é paisagem e absorver todo o prazer que as minhas bicicletas me têm proporcionado.
Esta entrada foi publicada em ele há coisas! com as etiquetas , , , . ligação permanente.

apenas pedalar ao nosso ritmo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s