um bom passeio

Passear é já de si uma experiência agradável, mas se o fizermos num Domingo de manhã, na companhia do rio, do mar e da natureza, é ainda mais rico. A frescura matinal, o frenesim dos pássaros, o caminho que convida, o povo que circula num ritmo diferente da semana, o ambiente descontraído de ciclistas e turistas num passeio em família de maquinas fotográficas em punho. Para além de todos esses dados de interesse, o meu passeio de ontem teve um acrescento de novidade no regresso a casa: uma imensidão de pais-natais, vestidos a preceito, que vagueavam pelas ruas e iam enchendo as esplanadas dos cafés.

O passeio traz vários benefícios, não só à nossa saúde mas também ao ambiente. Tal pressupõe deixar o automóvel na garagem e circular a pé, ou de bicicleta no caso de se percorrer distâncias maiores. Num simples percurso a pé abrandamos o ritmo acelerado do motor e ganhamos tempo para apreciar a paisagem, respirar ar puro, assentar ideias, apanhar sol, aproveitar esse momento íntimo que é uma caminhada, a sós ou com uma bela companhia. Num passeio de bicicleta a nossa vida pode melhorar consideravelmente, pois enquanto o fazemos abstraímo-nos do dia-a-dia e os problemas passam para segundo plano, ou tendem a não parecer tão relevantes. E, se assim não for, há que fazer um esforço para que as distâncias não cansem tanto acompanhando e comunicando com outros amantes da arte do pedal.

Muito provavelmente algumas das grandes ideias de grandes génios devem ter surgido enquanto apreciavam um passeio, vendo e assimilando o mundo que os circundava, vivendo cada forma, cor, brisa, aroma, experimentando cada sensação.

 

Anúncios

Sobre paulofski

Na bicicleta. Aquilo que hoje é a minha realidade e um benefício extraordinário, eu só aprendi aos 6 anos, para deixar aos 18 e voltar a ela para me aventurar aos 40. Aos poucos fui conquistando a afeição das amigas do ambiente e o resto, bem, o resto é paisagem e absorver todo o prazer que as minhas bicicletas me têm proporcionado.
Esta entrada foi publicada em marcas do selim com as etiquetas , , , , , . ligação permanente.

10 respostas a um bom passeio

  1. >E como é que conseguiste que a bicicleta fosse sozinha?

    Gostar

  2. paulofski diz:

    >Para além de conhecer o caminho de cor aproveitou para se livrar do peso do dono!

    Gostar

  3. >Nestes últimos dias o clima tem-nos dado um bocado de descanso. Qualquer dia cruzamo-nos por essas ruas. Um abraço.

    Gostar

  4. Teté diz:

    >Domingo de manhã?! É para dormir, pá! E não me digas que a dormir não surgem grandes ideias: Newton estava a dormir, quando a maçã lhe caiu na cabeça!!! :)))ps – gostei da primeira foto!

    Gostar

  5. paulofski diz:

    >Pode até ser Psimento. À quantidade de pessoal que pedala pelas ruas do Porto, podemos nos cruzar certamente. Abraço.

    Gostar

  6. paulofski diz:

    >Pois é Teté, também eu gosto muito de preguiçar, mas quem sabe se um génio qualquer tenha uma ideía brilhante, um sonho acordado num ambiente assim tão agradável!

    Gostar

  7. Gi diz:

    >Qualquer dia compro uma bicicleta só para me acompanhar enquanto ando. 😀

    Gostar

  8. Kok diz:

    >Fotografias bonitas e muito sugestivas.São uma boa ideia para ilustrar o teu "post".Também acredito que ao ar livre as ideias são melhores e mais frequentes.1 Abraço pah!

    Gostar

  9. FM diz:

    >Como "invejo" os teus passeios… Nunca pares!Abraço.

    Gostar

  10. >Os meus passeios matinais têm o mar como fundo, mas há mais de um mês que não os consigo fazer ao domingo. Que inveja!

    Gostar

apenas pedalar ao nosso ritmo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s