devagar se chega de longe

De Hossegor até Peniche de bicicleta e pelo ambiente

de Hossegor até Peniche
… “Podes não ter dado pela passagem deles por Peniche, mas Oscar Garcia e Javier Ramírez Gil estiveram lá. Isto depois de terem cumprido 1.600 km de bicicleta. O ponto de partida foi em Hossegor, onde estiveram durante o Quiksilver Pro France, e a meta foi a capital da onda.

Fizeram cerca de 80 km por dias e pelo caminho reuniam-se com escolas de surf, surfistas proeminentes e líderes cívicos locais. Ambos pertencem à Coge3, organização que procura alertar para o problema da poluição ao longo da costa do Atlântico, tentando mudar mentalidades.

Agora que terminaram a heróica jornada, a história é contada pelo site da ASP, a quem concederam uma entrevista que podes ler aqui.”

(aventura chegada daqui)

all the way from Norway….

viver o Porto
“esta bicicleta já me tinha chamado a atenção numa rua mais acima, estava o seu dono ainda a sentar-se nela à saída da Fnac da Baixa. a quantidade de mochilas e sacos foi o que me deu nas vistas, e eu ao passar por ela ainda pensei “vou ver se ele me deixa fotografá-lo”, mas achei que o enquadramento nem era o melhor, nem eu tive à-vontade suficiente para o abordar, por isso segui.

um pouco mais abaixo apanhei-o aqui, eu deste lado da rua, um pouco à frente da Tubitek, ele às voltas com o mapa em cima da bicicleta.

mesmo sem lhe pedir, desta vez fotografei-o.

segui o meu caminho para fotografar um hostel bem perto dali (fotos em breve no blog), e no final, quando me ia a despedir do rapaz da recepção, eis que vejo vários sacos e mochilas pousadas no chão, e o mesmo senhor que tinha fotografado, ali, sentado, a fazer o check-in:).

mostrei-lhe as fotos claro, e fiquei a saber que veio de bicicleta desde a Noruega!!! estava a chegar ao Porto vindo de Espanha, e não me soube dizer os kilómetros que já tinha feito porque o conta kilómetros dele tinha avariado.”

(cicloturista encontrado aqui)

Viagens que inspiram – Globonautas

globonautas

“Viajar é uma das melhores coisas no mundo, e como não sou diferente de ninguém, adoro viajar, conhecer novos sítios, embrenhar-me no modo de vida dessa cidade.

E quando não dá para viajar, adoro perder-me nos sites de viagens e conhecer outros lugares através dessas pessoas. Há uns tempos atrás tive conhecimento de uma dupla que é aqui de Leiria, que são uns verdadeiros aventureiros. Viajar o Mundo é uma coisa que muitos gostariam de fazer, outros já fizeram e foi a melhor experiência que tiveram. E agora, quem dá a volta ao Mundo numa bicicleta? É completamente impossível, é de loucos. Pensam vocês.

À primeira vista parece de doidos sim, mas a verdade é que a Joana e o Nuno terminaram ontem uma viagem que tem tudo para ser épica, nos últimos dois anos e nove meses pedalaram mais de 29.000 kms, em Janeiro de 2012 aterraram na Nova Zelândia, e a 5 de Outubro de 2014 chegaram à cidade que os viu crescer.

Se ficaram curiosos para conhecer esta e outras aventuras deste casal, podem visitar a página de facebook e o site do projecto.”…

(esta dupla aventureira viajou daqui)

Anúncios

Sobre paulofski

Na bicicleta. Aquilo que hoje é a minha realidade e um benefício extraordinário, eu só aprendi aos 6 anos, para deixar aos 18 e voltar a ela para me aventurar aos 40. Aos poucos fui conquistando a afeição das amigas do ambiente e o resto, bem, o resto é paisagem e absorver todo o prazer que as minhas bicicletas me têm proporcionado.
Esta entrada foi publicada em divulgação com as etiquetas , , , , , , , , , , , . ligação permanente.

apenas pedalar ao nosso ritmo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s