cicloturisticamente falando

cicloturistas 2
Nas minhas voltinhas quotidianas pelo Porto e arredores já não estranho o imparável número de turistas que à minha frente vagueia de nariz no ar e mapa na mão. Há o turista de massas, com massa, hotel marcado e guia turístico em segway; há o turista desprendido, que quer gastar pouco e devaneia pela cidade por sua conta e risco; há o turista alternativo, lowcost, tipo pelintra backpacker. Mas o que eu quero falar é do subgrupo dos turistas de bicicleta: dos que alugam bicicletas para alargar perímetro e melhor conhecer a cidade, e dos que fazem do cicloturismo um modo de vida, chegam de bicicleta de bué-bué longe com a casa às costas.

cicloturistas 3

A bicicleta é geralmente vista como uma actividade recreativa e só depois como meio de transporte. Consequentemente, os argumentos para a sua aceitação na sociedade são frequentemente tidos em conta por essa ordem, o que muitas vezes leva os “não-ciclistas” a ver os investimentos em infra-estruturas para a bicicleta como só beneficiando um pequeno número de pessoas. Dizem esses que o “dinheirinho dos seus impostos”, está a ser mal empregue! Pois acho que também deveríamos pensar no que podemos oferecer aos turistas quando se advogavam os benefícios de andar de bicicleta. Centrando-se sobre os benefícios financeiros associados à promoção do turismo de bicicleta, até poderia ser capaz de convencer os “não-ciclistas” a ver o investimento em infra-estruturas para os ciclistas também do seu interesse. Como é frequente o caso cá nesta terrinha à beira mar plantada, não é nenhuma surpresa ver a resistência à construção de ciclovias ou espaços adequados ao parqueamento de bicicletas. Alguns indivíduos contestam, reclamam porque dizem não querer pagar por algo que não vêem como sendo para o próprio usufruto. Já essa mentalidadezinha é menos comum em outras partes do mundo, onde o investimento em infra-estruturas ao transporte alternativo é considerado como existente para o bem-estar de todos.

cicloturistas 4
Mas voltando ao turismo de bicicleta, é o cicloturismo que primeiro vêm à mente como a principal forma de turismo de bicicleta, mas nem sempre é esse o caso. Uma grande percentagem de excursionistas viaja de avião ou chega aos destinos turísticos de automóvel. Então, devidamente hospedados, alugam bicicletas para curtos passeios ou utilizam os sistemas de partilha de bicicletas nas cidades que os possuem e pedalam pela cidade, palmo-a-palmo, com roteiros turísticos na mão. É frequente ver turistas que chegam de autocaravana, onde transportam várias bicicletas que satisfazem com eficiência as suas necessidades de mobilidade quando a “casa” está estacionada.

cicloturistas 1
Os viajantes de bicicleta, cicloturistas de longo curso, tendem a procurar vias de tráfego reduzido, ciclovias, ecovias e estradas rurais, cruzando pequenas cidades e aldeias remotas onde costumam parar, pernoitar, permanecer por uns dias, o que tem algum impacto económico particularmente significativo nas pequenas comunidades e empresas locais. O seu modo de vida adapta-se facilmente à cultura das localidades por onde passa e visita. Ainda assim, se houvessem mais vias cicláveis, locais de alojamento e abrigo “bikefriendly”, lojas/oficinas de bicicletas, maneira fácil de oferecer dados sobre as regiões por onde passam, mapas com rede de percursos e indicação de instalações desse tipo, certamente fariam do cicloturismo uma actividade mais confortável.

cicloturistas 5

Anúncios

Sobre paulofski

Na bicicleta. Aquilo que hoje é a minha realidade e um benefício extraordinário, eu só aprendi aos 6 anos, para deixar aos 18 e voltar a ela para me aventurar aos 40. Aos poucos fui conquistando a afeição das amigas do ambiente e o resto, bem, o resto é paisagem e absorver todo o prazer que as minhas bicicletas me têm proporcionado.
Esta entrada foi publicada em bicicultura com as etiquetas , , , , . ligação permanente.

apenas pedalar ao nosso ritmo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s