reportagem no jornal i por Diogo Pombo

Carros vs. bicicletas. Uma guerra que o Código da Estrada pretende terminar

Eduardo Martins (jornal i)

“Paulo Almeida não é tão drástico. No Porto, onde passa os dias a pedalar, vê uma “boa” convivência entre automobilistas e ciclistas, cingindo a “pontuais” os casos que o levam a pensar o contrário, como as “razias” de certos carros e a “falta de calma” a ultrapassarem velocípedes. Ainda nota “algum preconceito” em relação à bicicleta vindo de quem está ao volante de um carro. Reconhece serem de “louvar” as alterações que entram em vigor em Janeiro, lembrando, contudo, a “urgência” de aplicar medidas de acalmia do tráfego em certos locais da cidade – com a criação de zonas com o limite de 20 ou 30 km/h.”

(ler toda a reportagem aqui)

Anúncios

Sobre paulofski

Na bicicleta. Aquilo que hoje é a minha realidade e um benefício extraordinário, eu só aprendi aos 6 anos, para deixar aos 18 e voltar a ela para me aventurar aos 40. Aos poucos fui conquistando a afeição das amigas do ambiente e o resto, bem, o resto é paisagem e absorver todo o prazer que as minhas bicicletas me têm proporcionado.
Esta entrada foi publicada em divulgação com as etiquetas , , , , , , , . ligação permanente.

Uma resposta a reportagem no jornal i por Diogo Pombo

  1. paulofski diz:

    Não acho, de todo, que haja uma guerra entre carros e bicicletas, mesmo que de vez em quando apanhamos com uma rajada de pura estupidez.

    Paulo Almeida aka paulofski

    Gostar

apenas pedalar ao nosso ritmo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s