can’t miss [150] asminhasbicicletas.blogspot.pt

Calças para andar de bicicleta?

asminhasbicicletas

Cada um deve vestir aquilo que quiser para o seu percurso de bicicleta, se for casa/trabalho ou trabalho/padaria ou escola/casa ou outro qualquer… não há vestuário próprio, e não é preciso nem ir todo casual nem todo licrado. O que importa é ir, com o que se sentir bem.

Eu costumo levar a roupa do trabalho da cintura para baixo, e da cintura para cima levo uma tshirt, ou camisola mais quente quando está frio ou impermeável quando está de chuva, e mudo para uma camisa/pólo no destino que transporto na “bagageira” da bicla ou previamente deixei no local de destino em dias anteriores.

Mas uma “maleita” que me tem assolado é que não ganho para calças!”… (para continuar a ler clicar no link)

O postal  aborda um assunto caro a muito ciclista urbano. E o que tem a ver o cu com as calças? A expressão “O que o cu tem a ver com as calças?”, conta a lenda Levi’s, era justificável para os mineiros que não entendiam a razão de se usar brim de barraca para fazer calças. A razão era que as calças durariam mais nos fundilhos.

Ora eu também não ganho para calças, e só umas Lee vintage que me voltaram a servir depois de vinte anos, e vinte quilos, resistem ao meu commuting alapado no selim. Tudo o resto que seja ganga tende a ganhar entradas de ar forçado nos fundilhos das calças. Vai daí, o postal de hoje tem também a etiqueta “passe a publicidade” e passa por recordar uma marca nacional de roupa dedicada ao ciclismo, a Rasto de Geraldo Cirineu veste o ciclista urbano de estilo mas sobretudo com conforto e funcionalidade.

rastoJá está na lista de prendas pró meu aniversário.

 

Anúncios

Sobre paulofski

Na bicicleta. Aquilo que hoje é a minha realidade e um benefício extraordinário, eu só aprendi aos 6 anos, para deixar aos 18 e voltar a ela para me aventurar aos 40. Aos poucos fui conquistando a afeição das amigas do ambiente e o resto, bem, o resto é paisagem e absorver todo o prazer que as minhas bicicletas me têm proporcionado.
Esta entrada foi publicada em can't miss it com as etiquetas , , , , , , , . ligação permanente.

Uma resposta a can’t miss [150] asminhasbicicletas.blogspot.pt

  1. Nelson Branco diz:

    Se a marca quiser patrocinar alguém… eu posso ser voluntário. 🙂
    Mas em boa verdade… já não se faz ganga como antigamente!

    Gostar

apenas pedalar ao nosso ritmo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s