o outono é um pôr do sol em cada esquina

O sol nasce e se põe todos os dias. São duas experiências visualmente impressionantes, não importa em que parte do mundo se esteja. Faz parte do ciclo do planeta, a cada volta em torno do astro rei. O pôr do sol é uma das experiências mais perfeitas que o mundo natural nos oferece e faz parte do meu ciclo.

Sou um felizardo por despegar a horas decentes e poder vaguear a pedais, pela cidade até ao mar, contemplando o sol poente. É uma explosão de cores, laranjas, rosas, roxos… tonalidades magnetizantes ​​e muitas vezes inspiradoras que me detêm a pedalada e dão magia ao meu desmazelo pós laboral.

Muitas vezes o verdadeiro propósito na minha opção por um regresso a casa mais longo e demorado é para o acompanhar no firmamento. No brilho intenso que se desvanece no horizonte até mergulhar no oceano. Por entre as nuvens que flutuam, não para descarregar chuva mas para adicionar este esplendor aos meus finais de dia, que é quase sempre pode todos os dias.

 

Sobre paulofski

Na bicicleta. Aquilo que hoje é a minha realidade e um benefício extraordinário, eu só aprendi aos 6 anos, para deixar aos 18 e voltar a ela para me aventurar aos 40. Aos poucos fui conquistando a afeição das amigas do ambiente e o resto, bem, o resto é paisagem e absorver todo o prazer que as minhas bicicletas me têm proporcionado.
Esta entrada foi publicada em fotopedaladas com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . ligação permanente.

apenas pedalar ao nosso ritmo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s