mar de plástico

Em exibição em frente ao SeaLife, na Rotunda do Castelo do Queijo, a escultura “Mar de Plástico” representa a vida marinha em risco de ser plastificada.

Todos os dias ouvimos novas notícias preocupantes sobre o plástico que chega aos oceanos. Animais marinhos que dão à costa mortos devido à ingestão de plástico. Estudos científicos calculam que mais de 8 milhões de toneladas de plástico chegam aos oceanos todos os anos, que existam já mais de 150 milhões de toneladas de plástico e que em 2050 exista mais plástico no mar do que peixes. Todos estes números são dramáticos e a lista de notícias assustadoras podia continuar indefinidamente.

A escultura, que foi inicialmente produzida em 2016 pela ESAP (Escola Superior Artística do Porto) para a Campanha Ocean Action do CIIMAR, foi exibida em vários espaços públicos do Porto, Matosinhos e Gondomar, mas com o passar do tempo o plástico foi-se degradando de forma acentuada. Com a passagem da exposição itinerante “Mar de Plástico” pelo SeaLife surgiu então a ideia de reabilitar a obra, tendo que se substituir as mais de 800 garrafas e peixes.

Este foi um trabalho muito moroso, que contou com o apoio precioso de centenas de alunos e professores de escolas básicas, secundárias e Jardins de Infância do Porto, Matosinhos, Maia e Vila da Feira, que ajudaram a recolher as garrafas ou a cortar, escrever mensagens ou pintar os peixes.

Nas mensagens criadas pelos jovens podem ler-se vários pedidos para se salvar o Oceano, mas também conselhos práticos sobre como evitar o uso de plásticos descartáveis, reutilizar e reciclar todo o plástico, ou nunca deitar qualquer lixo para o chão, para a sanita e janela fora para a berma da estrada.​

Sobre paulofski

Na bicicleta. Aquilo que hoje é a minha realidade e um benefício extraordinário, eu só aprendi aos 6 anos, para deixar aos 18 e voltar a ela para me aventurar aos 40. Aos poucos fui conquistando a afeição das amigas do ambiente e o resto, bem, o resto é paisagem e absorver todo o prazer que as minhas bicicletas me têm proporcionado.
Esta entrada foi publicada em o ciclo perfeiro com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , . ligação permanente.

apenas pedalar ao nosso ritmo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s