ao que cheguei, brincar com boneca e querer andar de baloiço

A apenas 30 quilómetros do Porto e a 25 de Penafiel, a Serra da Boneca é um dos destinos preferidos da malta das pedaladas. Os ciclistas que pretendem subir os cerca de 520m de altitude por estrada ou mesmo na vertente bêtêteira, têm três opções de percurso. De Penafiel, via Capela, ou de Entre-os-Rios, a EN319 proporciona uma subida gradual e suave. Quem opta por lá chegar vindo pela marginal do Douro, sai da EN108 em Sebolido e tem logo divertimento garantido.

São 4.5 km para pouco mais de 400 metros de declive. É sempre a subir, sem piedade, com a vantagem de não apanhar trânsito e da paisagem duriense se abrir esplendorosa à nossa volta. Junto ao aterro sanitário o cenário não é o mais bonito mas a pendente é rude e desafiante, e não admira ver quem tenha de a vencer aos zigue-zagues, até para evitar as enormes crateras no asfalto. Como incentivo pode ser que apareça a matilha de cães que por ali costuma emboscar os mais lentos.

Empenhados em criar uma nova atracção para o território natural da serra, um grupo de jovens de Sebolido angariou apoios e construiu um baloiço rústico de madeira que se tornou um caso de popularidade nas redes sociais. Para chegar ao Baloiço da Boneca o ciclista tem ainda de percorrer umas centenas de metros em caminhos de gravilha, piso mais apropriado às bêtêtês, mas com a resistência física e mental do aventureiro, com o culminar nos limites de aderência para tão finos pneus, pode chegar bem à central eólica onde se encontra o baloiço. Lá em cima, a mais de 500m de altitude, as vistas compensam largamente todo o esforço. Podemos ver o rio Douro e todas as serras circundantes. Num dia claro até se consegue ver a linha de costa como pano de fundo.

Depois, de rabo bem assente e mãos firmes nas cordas, basta baloiçar com os olhos no horizonte e deixar a imaginação voar. O rio Douro possui um protagonismo importante, integrando uma paisagem absolutamente empolgante, de roubar o nosso fôlego. Imagino tal sensação ao recordar a experiência que tive ao baloiçar o Baloiço de Trevim, na Serra da Lousã!

Pois é, sábado passado passei pela Boneca e resolvi fazer o desvio para experimentar o tal baloiço. “É pá, cum carago!”… Assim que vi a longa fila de carros acantonados junto à cancela, na berma do acesso ao parque eólico, fiz umas contas rápidas e percebi que para dar umas baloiçadas e fazer o registo fotográfico a bicha deveria ser pior que num balcão da Segurança Social no final do mês! Não nos esqueçamos que a novidade está a ter um grande sucesso e, além de proporcionar adrenalina e vertigem, permite fotos espantosas que se tornam um sucesso viral nas redes sociais. Tudo bem, a malta que vai de popó, faz pó, faz pose e o postal para os likes. Se tiver juízinho porta-se bem e não deixa lixo.

Nem sempre encontramos o que procuramos, mas podemos pensar em alternativas. De bicicleta, o cume de uma serra tem sempre o lado suado da conquista e o prémio arrebatado é uma paisagem esmagadora. Na verdade, fiquei satisfeito só por estar ali. Foi como se levasse o baloiço comigo. Foi como se baloiçasse em simultâneo com a estrada, com o vento, com algum parceiro de circunstância, para a frente e para trás, de um lado para o outro, porque de bicicleta a viagem nunca é em vão.

Sobre paulofski

Na bicicleta. Aquilo que hoje é a minha realidade e um benefício extraordinário, eu só aprendi aos 6 anos, para deixar aos 18 e voltar a ela para me aventurar aos 40. Aos poucos fui conquistando a afeição das amigas do ambiente e o resto, bem, o resto é paisagem e absorver todo o prazer que as minhas bicicletas me têm proporcionado.
Esta entrada foi publicada em marcas do selim com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , . ligação permanente.

apenas pedalar ao nosso ritmo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s