com aquela sensação boa de pedalar à aventura

Aventura com bicicleta até à Arménia pelo Leopardo do Cáucaso

Atual bicicletas

No próximo dia 22 de fevereiro, André Serrazina, Joel Ramos, José Penas, Rui Valbom e Tânia Serrazina vão partir de bicicleta da Benedita rumo ao Cáucaso, na Arménia. Em Munique, Alemanha, a italiana Natalina Bordino, namorada de André, vai juntar-se ao grupo. Mas todos os que queiram estão convidados a participar ou a apoiar esta viagem. A ideia partiu de Tânia Serrazina, depois de ter estado um ano como voluntária no zoo de Yerevan na Arménia.

fonte: Unir Alcobaça

Descer para África

ralleighroyal Pedro

O Pedro inicia esta semana uma nova e muito marcante etapa da vida: uma viagem de bicicleta a África.

A menina escolhida foi a durona Ralleigh Royal, que foi feita mesmo para estas coisas. Nós ficamos por cá a torcer pelo Pedro e a torcermo-nos a nós próprios de inveja.

À medida que as notícias da aventura forem aparecendo, iremos publicando por aqui actualizações.

fonte: VeloCulture Porto

6 amigos vão pedalar 1056 km para ajudar animais abandonados

?????

Em 2013, três amigos juntaram o gosto por andar de bicicleta à paixão pelos animais e foram até Santiago de Compostela, de bicicleta, para angariar fundos para a Associação Zoófila de Leiria e a Their Voice.

Este ano, o projecto denominado “Biking for a paw” vai repetir-se com seis amigos de diferentes nacionalidades que partilham duas paixões: “ as bicicletas e projectos que tornem o mundo melhor”.

“Biking for a paw” (tradução do inglês, pedalar por uma patinha), explicou Pedro Santos, um dos elementos do projecto, quer transmitir “a realidade do nosso país ao nível do respeito pelos animais e o que achamos ser a extrema e urgente necessidade de mudarmos a lei que está em vigor”

E porquê Santiago? “O caminho é mágico. Encon­tram-se pessoas de todos os credos e movidas pelas mais distintas convicções. Concluímos rapidamente que faria todo o sentido percorrê-lo carregando esta causa”, justificou.” (ler mais aqui)

Anúncios

Sobre paulofski

Na bicicleta. Aquilo que hoje é a minha realidade e um benefício extraordinário, eu só aprendi aos 6 anos, para deixar aos 18 e voltar a ela para me aventurar aos 40. Aos poucos fui conquistando a afeição das amigas do ambiente e o resto, bem, o resto é paisagem e absorver todo o prazer que as minhas bicicletas me têm proporcionado.
Esta entrada foi publicada em divulgação com as etiquetas , , , , , . ligação permanente.

Uma resposta a com aquela sensação boa de pedalar à aventura

  1. gerardopereira diz:

    Republicou isso em Gerardo Pereira.

    Gostar

apenas pedalar ao nosso ritmo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s