chupa-chupa, medronho e ovos moles

Para a escola, de bicicleta

Bike To SchoolDepois da Sexta de Bicicleta, iniciativa que incentiva as pessoas a irem para o trabalho de bicicleta à sexta-feira, uma agência municipal da Câmara de Lisboa decidiu promover a “Bike to School Day“, com a qual pretende promover a deslocação a pedal dos alunos para a escola, a partir do 2.º ciclo.

A proposta foi recentemente enviada às escolas para que se possam candidatar, disse ao Pedais.pt a secretária-geral da agência municipal E-Nova, Filipa Sacadura.

Os estabelecimentos que adiram à ideia beneficiarão depois de uma série de iniciativas de formação e de promoção do uso do velocípede por parte dos alunos, que conta com a colaboração da associação de apoio à mobilidade em bicicleta MUBi – parceira no projeto.”

(continuar a ler aqui)

Prova de ciclismo em Lisboa vai ajudar a reflorestar Reserva da Faia Brava

Alley Cat MedronhoNo próximo dia 25 de Janeiro, sábado, pelas 14h30, vai ter lugar uma prova de ciclismo em Lisboa, que convida os participantes a ajudar a plantar árvores no Vale do Côa. A partida está marcada para as 14h30, nos Jardins de Campolide.

A iniciativa é organizada pelo blog Bicicleta Voadora que considera “a Alley Cat Cabeça de Medronho a corrida urbana mais verde alguma vez realizada em Lisboa”.

Para além da competição e descoberta da cidade, esta Alley Cat tem um objectivo mais nobre – ajudar a tornar mais verde e com mais vida a Reserva da Faia Brava, o primeiro parque natural privado português que fica situado numa zona escondida nas margens do rio Côa, próximo da aldeia histórica de Castelo Rodrigo, distrito da Guarda.

Assim, cada participante é convidado a dar uma pequena contribuição pela sua participação, para ajudar a comprar medronheiros que vão ser plantados na Reserva da Faia Brava.

(continuar a ler aqui

Quanto vale a bicicleta portuguesa? (com VÍDEO)

AveiroQual o valor económico da bicicleta portuguesa? Para responder a esta pergunta, o Economia Verde viajou até Aveiro, a cidade portuguesa com maior taxa de utilização de bicicletas por habitante. No concelho aveirense situam-se algumas das principais empresas que se dedicam ao sector das duas rodas. Quase todas trabalham em conjunto com a universidade local, alongando o ciclo do conhecimento.

Aveiro é pioneira

“Na lógica da mobilidade, Portugal pode substituir importações de veículos pelas bicicletas. E é uma solução compatível com outros meios de transporte, como o comboio, metro e autocarros. Já temos soluções de mobilidade que permitem uma maior autonomia energética para o país e um menor consumo de combustíveis fósseis”, conclui Paulo Rodrigues.

“Há muitos aspectos que podem ser valorizados através da bicicleta” – explicou o reitor da Universidade de Aveiro, Manuel Assunção. “Há as questões da saúde, turismo, lazer mas também questões ligadas ao hardware da bicicleta e design: fazer bicicletas mais bonitas, mais robustas e com melhores materiais. Este é um desafio para a engenharia”.

(continuar a ler aqui)

Anúncios

Sobre paulofski

Na bicicleta. Aquilo que hoje é a minha realidade e um benefício extraordinário, eu só aprendi aos 6 anos, para deixar aos 18 e voltar a ela para me aventurar aos 40. Aos poucos fui conquistando a afeição das amigas do ambiente e o resto, bem, o resto é paisagem e absorver todo o prazer que as minhas bicicletas me têm proporcionado.
Esta entrada foi publicada em divulgação com as etiquetas , , , , , , , , , , , . ligação permanente.

2 respostas a chupa-chupa, medronho e ovos moles

  1. gerardopereira diz:

    Republicou isso em Gerardo Pereirae comentado:
    Uma saída que deve ficar no horizonte é a separação de metade das ruas das cidades
    para uso exclusivo de ciclistas e pedestres. Não é a metade de cada rua, e sim a
    metade das ruas da cidade. É também necessário criar proteção contra chuva e sol,
    aliás, esta proteção contra chuva e sol poderia integrar um sistema de captação de
    energia solar ou aeólica, são muitos quilómetros quadrados de coletores solares para
    produzir energia elétrica para a cidade protegendo-nos enquanto circulamos saudávelmente
    em bicicleta.

    Gostar

apenas pedalar ao nosso ritmo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s