pelas mobilidades de Portugal

Abertura ao tráfego da CRIL

Apresentado Plano de Mobilidade Ciclável do Município de Loulé

“Foi apresentado, no dia 12 de setembro, o CICLOLOULÉ – Plano de Mobilidade Ciclável do Município de Loulé, segundo o qual se pretende que, em 2024, 15 por cento da população do concelho utilize a bicicleta como meio de transporte privilegiado, tornando Loulé reconhecido nacional e internacionalmente como uma região amiga da bicicleta. Na base deste projeto da Câmara Municipal de Loulé, desenvolvido pela FPCUB (Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta), está a promoção da bicicleta como “vetor essencial para a melhoria da qualidade de vida e um contributo para o desenvolvimento sustentável do território”, segundo o vereador Joaquim Guerreiro”… (continuar a ler)

Semana da Mobilidade 2013 – 16 a 22 de Setembro

…Do programa de Almada destacam-se a 2ª edição do Festival da Mobilidade e o 2º Passeio de Bicicleta “2 Margens, 2 Rodas”…

“Em 2013, a programação da Semana da Mobilidade centra-se no 2º Festival da Mobilidade que decorrerá nos dias 21 e 22 de setembro, na Praça S. João Batista e Praça da Liberdade, no centro de Almada.

Do programa do Festival fazem parte ateliers para aprender a andar de bicicleta, concertos, animações de rua, atividades desportivas, insufláveis, check-ups de saúde gratuitos, passeios, jogos tradicionais, o “Espaço Mobilidade”, workshops de alimentação saudável, as conhecidas “Viagens a Troco de Lixo”, um colorido mercado de rua, tasquinhas com petiscos e comidas do mundo e muito mais”… (continuar a ler)

Autarquia do Funchal inaugura no dia 18 o primeiro parque para bicicletas

“A Câmara Municipal do Funchal vai inaugurar nesta próxima quarta-feira, dia 18, pelas 11h00, o primeiro sistema de parqueamento para bicicletas no Parque de Estacionamento de São João (o do 2000, como é mais conhecido), que possibilitará aos cidadãos complementarem o automóvel com a bicicleta nas suas deslocações”… (continuar a ler)

Anúncios

Sobre paulofski

Na bicicleta. Aquilo que hoje é a minha realidade e um benefício extraordinário, eu só aprendi aos 6 anos, para deixar aos 18 e voltar a ela para me aventurar aos 40. Aos poucos fui conquistando a afeição das amigas do ambiente e o resto, bem, o resto é paisagem e absorver todo o prazer que as minhas bicicletas me têm proporcionado.
Esta entrada foi publicada em divulgação com as etiquetas , , , , , , , , . ligação permanente.

apenas pedalar ao nosso ritmo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s