todo o cuidado é pouco

A recomendação é dirigida aos ciclistas britânicos que circulam pela esquerda, mas dá para ter uma ideia do que se pretende e adaptar à situação rodoviária do resto da Europa.

Quantas vezes já ultrapassaste um autocarro, um camião, pela direita junto à berma ou ao passeio?

Reconheço que existem momentos em que temos de ser como loucos quando pedalamos nas estradas ou nas ruas da cidade. Ter arrojo de serpentear entre filas de carros parados, mas com todo o cuidado e mais ainda quando passamos por um autocarro ou camião. Hoje deparei-me com esta triste notícia. Devemos sempre evitar o ângulo morto e tornar-nos visíveis aos olhos dos condutores, conduzam o veículo que conduzirem.

About these ads

Sobre paulofski

Na bicicleta. Aquilo que hoje é a minha realidade e um benefício extraordinário, eu só aprendi aos 6 anos, para deixar aos 18 e voltar a ela para me aventurar aos 40. Aos poucos fui conquistando a afeição das amigas do ambiente e o resto, bem, o resto é paisagem e absorver todo o prazer que as minhas bicicletas me têm proporcionado.
Esta entrada foi publicada em outras coisas com as etiquetas , , , . ligação permanente.

2 respostas a todo o cuidado é pouco

  1. João Amaral diz:

    Este vídeo é bem elucidativo

    Parabéns pelo blog!

  2. paulofski diz:

    Grato pelo video, João.

apenas pedalar ao nosso ritmo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s